A arte de pensar livremente

A arte de pensar livremente
Aqui somos pretensiosos escribas. Nesses pergaminhos virtuais jazem o sangue, o suor e as lágrimas dos que se propõem a pensar com autonomia. (TeHILAT HAKeMAH YIRe'aT YHWH) prov 9,10a

quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

Teologia do Povo

Em sua história, o homem sempre buscou explicações para todas as coisas, sobre a realidade e sobre sua existência. Não obstante, também buscou formas de justificar suas ações que, muitas vezes,  tinham respaldos sobrenaturais, melhor dizendo: os deuses poderiam aprovar e justificar ou não os atos dos homens.

Quantas coisas fizeram os homens em nome dos deuses em toda a história da existência humana, aqueles que se apoiavam  em ideias que criaram  a respeito desses seres divinos? Bem, em se tratando de ideias originais sobre deuses, João Nerval justifica-se teologicamente:




video



Jonathan

2 comentários:

  1. Olá,amigos do Cristianismo livre.
    Gostaria de indicar a entrevista sobre Jesus Cristo disponível em: http://www.youtube.com/watch?v=0w2xLoN6X04
    Confira também www.ondeareligiaotermina.com.br
    Sintam-se livres para usar o material, caso o apreciem.
    Abraço,
    Marcelo

    ResponderExcluir
  2. Certamente a discussão entre o Jesus e o Cristo é interminável e instigante.
    Devemos levar em conta que o Cristo da fé é construto humano não menos importante e sustentável que o Jesus histórico.

    Recomendo a leitura de A essência do Cristianismo - Adolf Von Harnnack. Antes, é claro, faz-se necessário ma auto-avaliação para ver se temos estômago para encarar as "novidades" expostas ali. Eu me aventurei e amei...

    "O Cristão ama e depende do Cristo, mas certamente o transcende, chegando diretamente ao próprio Deus."

    ResponderExcluir